Dicas

Filtre as dicas:
  1. Boletim Personalizado:
    • Ao fazer o seu login de assinante no site do ESINF, você terá acesso à sua área administrativa, na qual você encontrará o seu Boletim Personalizado. Durante a primeira fase de implantação do ESINF percebemos que nossos leitores costumavam copiar os julgados de nossos boletins e colar em arquivos próprios para salvar em seus computadores pessoais, selecionando, assim, apenas os julgados que mais lhes interessassem. 

       

      Pensando nisso, desenvolvemos o Boletim Personalizado como ferramenta para facilitar ainda mais a vida de nossos amigos leitores. Ao ler algum julgado em qualquer dos boletins do ESINF você encontrará um campo próprio para selecionar “boletim personalizado”. Fazendo isso, tal julgado aparecerá, automaticamente, no seu Boletim Personalizado dentro da matéria e capítulo respectivos, ou seja, você pode fazer a sua seleção de julgados mais importantes e deixá-la arquivada no site do ESINF, acessá-la quando quiser e mais: pode transformar seu Boletim Personalizado em um arquivo no formato pdf para imprimir ou salvar em seu computador.

       

      Inclusive, você pode filtrar seu próprio Boletim Personalizado e gerar um arquivo pdf só com os julgados que você desejar! Esse método é mais eficiente do que a prática do copia/cola que muitos de nossos leitores faziam, pois, além de ser automático, o usuário do ESINF pode filtrar e encontrar rapidamente apenas os julgados que desejar, ganhando tempo de estudo.

       

      Experimente! Você nunca viu nada igual!!!

  2. Estudo na véspera de provas
    • Na última semana antes de uma prova de concurso público, seja objetiva, subjetiva ou oral, é muito importante a leitura atenta dos informativos mais recentes dos Tribunais Superiores, pois é muito comum que as bancas examinadoras busquem inspiração na jurisprudência para a elaboração de questões de prova.Uma boa dica é, assim, a leitura dos Boletins Mensais, pois, rapidamente, é possível rever os principais julgados publicados nos informativos de jurisprudência dos últimos meses.

       

      Por exemplo: em um mês são publicados, normalmente, quatro informativos do STF e dois do STJ, sendo que a maioria dos leitores gasta cerca de 1h (uma hora) para ler cada um destes informativos, ou seja, cerca de 6h (seis) horas para ler os informativos de um mês. No entanto, a seleção dos principais julgados nos Boletins Mensais do ESINF permite que o leitor rememore rapidamente aquilo que tem maior probabilidade de ser cobrado em concursos públicos.

       

      Em geral, gasta-se cerca de 1h a 1h30 para a leitura de cada Boletim Mensal. Portanto, lendo-se um Boletim Mensal por dia nos sete dias que antecedem a prova, o leitor terá revisto os principais julgados dos últimos 07 (sete) meses, justamente os que têm maiores chances de serem abordados pelas bancas examinadoras. Se você preferir, pode ler diretamente os Boletins Semestrais, nos quais são organizados os principais julgados do semestre, e simular possíveis questões de provas objetivas e subjetivas nos dias que antecedem o seu concurso público.

       

      Se o tempo for muito curto, você pode ler apenas o resumo dos julgados no final de cada matéria para relembrar em poucos minutos apenas a ideia central de cada um dos principais julgados do semestre.

  3. Rotina de Estudo
    • O primeiro passo para estudar os informativos depende da definição de seu objetivo. Se sua intenção for acompanhar a jurisprudência dos Tribunais Superiores em razão da sua profissão (Juiz, Promotor de Justiça, Defensor Público, Advogado etc.), basta a leitura de nossos boletins mensais, nos quais são organizados apenas os principais julgados do mês. 

       

      Por outro lado, se o seu objetivo for o estudo para concursos públicos, a rotina de estudos deve partir da leitura dos Boletins Semanais.É importante que você defina um dia da semana para ler o último Boletim Semanal do ESINF filtrando apenas os tribunais ou as matérias que lhe interessam. Paralelamente, durante a sua jornada diária de estudo, ao final de cada matéria, você pode acessar o filtro avançado do ESINF e selecionar as matérias ou palavras-chave referentes àquele assunto que você acabou de estudar.

       

      Assim, o ESINF ajudará você a fixar melhor a matéria e a se manter sempre atualizado com a jurisprudência.